BMW 325iS: Um Clássico Intocado com Apenas 23 Mil KM

0
2072

Você já imaginou se deparar com uma clássica BMW 325iS 1992 com apenas 23 mil quilômetros rodados em pleno 2024? Essa raridade automotiva foi descoberta no início do ano por Julio Raridades, um entusiasta de veículos históricos. Esta BMW não é apenas uma relíquia pelo seu baixo número de quilômetros rodados, mas também pela sua condição impecável e por manter características originais que a tornam uma cápsula do tempo.

BMW 325iS 1992 / Foto: Julio Raridades
BMW 325iS 1992 / Foto: Julio Raridades

Pintada na cor Brillant Rot (Vermelho Brilhante, em alemão), a BMW 325iS está equipada com transmissão automática e possui um estepe de fábrica GOODYEAR EAGLE GS-N sem uso. Além disso, o carro vem com a fita de rádio “BMW New Owner Program 3 Series” (programa novo proprietário da BMW série 3), um item extremamente raro, juntamente com os manuais e a chave cópia. Este conjunto faz deste automóvel uma verdadeira peça de colecionador, remetendo a uma era dourada da indústria automotiva.

Foto: Julio Raridades
Foto: Julio Raridades

O Contexto Histórico: Abertura das Importações no Brasil

Para entender a importância dessa descoberta, é necessário voltar no tempo para maio de 1990, quando o então presidente Fernando Collor abriu as importações de carros, mudando completamente o cenário automotivo no Brasil.

Foto: Julio Raridades
Foto: Julio Raridades

Dentre os modelos que chegaram ao país com a abertura comercial, talvez o mais emblemático tenha sido o BMW 325i E36. Este modelo, lançado em 1991 e vendido até 1999, marcou uma nova era e foi substituído pelo modelo E46.

Foto: Julio Raridades
Foto: Julio Raridades

O Sucesso do BMW E36

O E36 foi um sucesso mundial e substituiu o igualmente famoso BMW E30, conhecido pela sua versão M3, um carro feito para as pistas que se tornou um mito nas concessionárias. No Brasil, a Concessionária e Importadora Regino, representante da BMW na época, desempenhou um papel crucial na popularização da marca, rapidamente conquistando um status de prestígio que perdura até hoje.

Foto: Julio Raridades
Foto: Julio Raridades

A Lendária Receita da BMW

O BMW E36 era tudo que os brasileiros amavam: um motor seis-cilindros em linha com tração traseira. Essa combinação lendária, conhecida por seu desempenho, design, segurança, acabamento refinado e status, lembrava muito o que os brasileiros já conheciam do Opala, mas com a excelência alemã que a BMW sempre entregou.

BMW 325iS 1992 / Foto: Julio Raridades
BMW 325iS 1992 / Foto: Julio Raridades

Especificações

O BMW 325i 2.5 de 1992, modelo da terceira geração possui quatro portas e acomoda cinco ocupantes. O motor está instalado na parte dianteira do veículo, em posição longitudinal, e é naturalmente aspirado. Além disso, ele utiliza um sistema de injeção eletrônica multiponto e possui uma cilindrada de 2.494 cc. Com seis cilindros em linha, cada um com quatro válvulas, o motor é equipado com um duplo comando de válvulas no cabeçote, acionado por corrente. A potência máxima é de 192 cv a 5.900 rpm, com um torque de 25 kgfm a 4.700 rpm.

Foto: Julio Raridades
Foto: Julio Raridades

A transmissão automática possui cinco marchas, acoplada por um conversor de torque, e a tração é traseira. Este modelo acelera de 0 a 100 km/h em 9 segundos e atinge uma velocidade máxima de 231 km/h. Ademais, o consumo na cidade é de 6,2 km/l e, na estrada, é de 9,4 km/l, proporcionando uma autonomia total de 611 km.

Foto: Julio Raridades
Foto: Julio Raridades

A direção possui assistência hidráulica, com um diâmetro de giro de 10,4 metros. Os pneus dianteiros e traseiros são do tamanho 205/60 R15, e o veículo apresenta uma área frontal de 2,01 m² e um coeficiente aerodinâmico de 0,32 Cx. Assim, em termos de dimensões, o BMW 325i 2.5 de 1992 tem 4.433 mm de comprimento, 1.393 mm de altura, 1.698 mm de largura e um entre-eixos de 2.700 mm.

BMW 325iS 1992 / Foto: Julio Raridades
BMW 325iS 1992 / Foto: Julio Raridades

Com um peso de 1.365 kg, o veículo possui uma capacidade do porta-malas de 435 litros e uma carga útil de 460 kg. O tanque de combustível tem capacidade para 65 litros.

Conclusão

A descoberta da BMW 325iS de 1992 com apenas 23 mil quilômetros rodados é mais do que um achado automotivo. Ela é uma viagem no tempo que nos leva de volta a um período significativo da história automotiva brasileira. Este veículo não é apenas uma peça de coleção, mas um testemunho da qualidade e durabilidade dos carros da BMW. Com sua cor Brillant Rot e todos os acessórios originais intactos, esta BMW 325iS permanece como um ícone de uma era dourada. Ela continua sua jornada nas mãos de um novo colecionador que segue valorizando sua herança e história.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui