Chevy Tracker que se cuide, novo Honda WR-V chega para ficar

0
15845

Os líderes do segmento de SUVs compactos Chevrolet Tracker e VW Nivus receberão em breve mais um rival de peso no segmento. Trata-se da nova geração do Honda WR-V que chega no segundo semestre de 2025 no mercado brasileiro. O novo Honda WR-V terá preços próximos de R$ 120 mil e R$ 130 mil, e deve chegar inicialmente em duas versões.

Novo Honda WR-V / Foto: Honda
Novo Honda WR-V / Foto: Honda

O Novo Rival do Segmento

Já vendido na Índia e no Japão, o novo SUV não lembra em nada a primeira geração do modelo, que era baseado no antigo Fit. Por fora, ele traz linhas retas, que seguem a atual identidade de design da marca. Na dianteira, há faróis de LED e uma grade retangular que, dependendo da versão, conta com acabamento cromado. Portanto, sua estética representa uma evolução marcante em relação ao seu antecessor.

Foto: Honda
Foto: Honda

Na lateral, há apliques de plástico preto nas caixas de roda e na parte inferior das portas. O novo Honda WR-V mede 4,31 m de comprimento, 1,79 m de largura e 1,65 m de altura. Já o entre-eixos é de 2,65 m. Para efeito de comparação, ele é um pouco maior que o VW T-Cross e um pouco menor em comprimento do que o HR-V. Assim, fica evidente a atenção dada aos detalhes de design e dimensões.

Foto: Honda
Foto: Honda

Na gama brasileira, o novo Honda WR-V será posicionado logo abaixo do HR-V na tabela de preços, em uma faixa que começa a ficar super povoada, com modelos como Chevrolet Tracker, VW Nivus, entre outros. Portanto, a competição está mais acirrada do que nunca.

Foto: Honda
Foto: Honda

Características e Expectativas

O novo SUV de entrada da Honda terá produção nacional na fábrica de Itirapina. Entretanto, diferente do modelo anterior, o novo WR-V terá carroceria bem mais robusta.

Foto: Honda
Foto: Honda

O SUV de entrada tem 4,31 m de comprimento, 1,79 de largura, 1,65 de altura e 2,65 m de entre-eixos – esta última medida maior que a do HR-V. Outro trunfo será o porta-malas de 458 litros. Entretanto, o WR-V virá posicionado mais abaixo na tabela de preços, com preço próximo de R$ 130 mil. Mas os dois modelos terão coisas em comum, tal como ocorre com Nivus e T-Cross.

Foto: Honda
Foto: Honda

Mecânica e Produção

Por exemplo, o novo WR-V terá a mesma mecânica dos demais, com motor 1.5 flex aspirado de injeção direta e comando variável, capaz de render 126 cv de potência e até 15,8 mkgf de torque (com etanol). E o câmbio automático do tipo CVT que simula sete marchas. Em todos os carros, a tração é sempre dianteira. Além disso, provavelmente virá com versão híbrida flex por causa dos novos limites de emissões do Proconve L8 (Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores).

Foto: Honda
Foto: Honda

O Honda WR-V

O Honda WR-V, abreviação para “Winsome Runabout Vehicle”, é um crossover compacto produzido pela Honda, que foi lançado no mercado em 2017. Assim, sua história começa com a crescente demanda por veículos desse segmento, que oferecem o conforto de um carro urbano com a robustez e a versatilidade de um SUV.

Novo Honda WR-V / Foto: Honda
Novo Honda WR-V / Foto: Honda

O WR-V foi desenvolvido especialmente para mercados emergentes, como o Brasil e a Índia, onde a preferência por veículos compactos e com capacidade off-road é significativa. Na época, a construção sobre a plataforma do Honda Fit conferiu-lhe uma base sólida e eficiente, mas agora, com a nova geração, tudo mudou, e o carro promete ficar ainda melhor.

Novo Honda WR-V / Foto: Honda
Novo Honda WR-V / Foto: Honda

Conclusão

Com a chegada iminente do novo Honda WR-V, o segmento de SUVs compactos no Brasil promete ficar ainda mais acirrado. Com seu design renovado, características modernas e uma gama de tecnologias, o WR-V se posiciona como um forte concorrente no mercado. Compartilhando a mesma mecânica confiável dos modelos da Honda, aliada à produção nacional, a montadora visa conquistar uma fatia significativa deste segmento em constante crescimento. Com isso, é evidente que o Chevy Tracker e outros concorrentes terão que se reinventar para acompanhar o ritmo do novo desafiante.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui