O Renascimento do Fiat Tempra? Um Tributo à Paixão Automotiva

2
32105

Desde o seu lançamento em novembro de 1991, o Fiat Tempra marcou uma era no mercado automotivo brasileiro. Em seus pouco mais de seis anos de trajetória, este carro conquistou um público fiel, embora nem sempre tenha conseguido unanimidade. Agora, para a alegria dos entusiastas e saudosistas, o lendário Fiat Tempra está de volta, mas com um toque digital surpreendente, graças à genialidade do designer mineiro Robert Ramos, também conhecido como Robert Design.

Fiat Tempra Concept / Foto: Robert Design
Fiat Tempra Concept / Foto: Robert Design

O Gênio por Trás da Recriação

Robert Ramos, um talentoso designer gráfico desde os 16 anos, sempre teve uma paixão ardente por carros. Sua habilidade excepcional em dar vida a conceitos no mundo digital, especialmente utilizando o Photoshop, o tornou uma figura conhecida internacionalmente por suas criações automotivas impressionantes. Agora, ele elevou seu talento a um novo patamar, sendo o cérebro por trás da recriação única do Fiat Tempra.

Fiat Tempra Concept / Foto: Robert Design
Fiat Tempra Concept / Foto: Robert Design

Uma Obra de Arte Digital

Ao conferir o Fiat Tempra reimaginado por Robert Ramos, é impossível não se surpreender com sua fidelidade à realidade. Equipado com um bodkit imponente, perfil baixo e uma carroceria elegantemente alargada, esta versão digital do Tempra é uma obra de arte em si mesma. Cada detalhe meticulosamente trabalhado reflete não apenas a maestria técnica de Ramos, mas também sua profunda compreensão e apreciação pela essência do carro original.

Foto: Robert Design
Foto: Robert Design

Uma Homenagem à Nostalgia e à Inovação

Esta recriação magistral não é apenas uma homenagem ao Fiat Tempra, mas também uma demonstração do poder da criatividade e da tecnologia em uníssono. O Fiat Tempra ganhou uma nova vida, transcendendo as limitações físicas para se tornar uma inspiração para os amantes de carros e design em todo o mundo.

Foto: Robert Design
Foto: Robert Design

Em um momento em que a nostalgia se encontra com a inovação, o renascimento digital do Fiat Tempra é mais do que uma simples reconstrução – é um testemunho da paixão eterna por carros clássicos e da habilidade infinita da mente humana em recriar e reviver o passado de uma forma verdadeiramente espetacular. Este é o legado duradouro de um ícone automotivo, agora imortalizado no mundo digital.

Foto: Robert Design
Foto: Robert Design

O Legado do Fiat Tempra

O Tempra foi lançado no mercado brasileiro no finais de 1991, dividido nas versões Prata (básica) e Ouro (mais luxuosa). A motorização inicial era 2.0 L de 99 cv, 2 válvulas por cilindro (8v), com duplo comando de válvulas no cabeçote, exaustão e admissão cruzados além de carburação dupla.

Foto: Robert Design
Foto: Robert Design

Tempra 16V: A Revolução Automotiva

O Tempra 16V chegava em 1993 para revolucionar o mercado com componentes reforçados e discos de freio nas quatro rodas auxiliados por ABS. O motor era 2.0 L com duplo comando de válvulas no cabeçote (DOHC) com uma injeção sequencial multiponto. O carro atingia 127 cv, porém a imprensa indicava que ele obtinha 145 cv, chegava aos 202 km/h, e fazia 0 a 100 em 9,8s.

Foto: Robert Design
Foto: Robert Design

Na Europa este mesmo motor entregava 150 cv, mas desconfia-se que a Fiat declarou 127 por questões de impostos (o IPI, no caso). Desta forma privilegiou-se uma curva de torque/potência que gerava menos força em altas rotações e mais nas baixas, de acordo com a utilização brasileira.

Foto: Robert Design
Foto: Robert Design

No entanto, embora aumentasse seu torque para 18,4 kgfm (ganho de 2 kgfm – ainda pouco para o peso do carro), o torque máximo ainda surgia só a elevadas 4.750 rpm, representando melhora bastante discreta onde o carro mais precisava, as baixas rotações.

Fiat Tempra Concept / Foto: Robert Design
Fiat Tempra Concept / Foto: Robert Design

Conclusão

O renascimento digital do Fiat Tempra, sob a orientação magistral de Robert, é mais do que uma simples recriação; é um tributo à história. Esse novo projeto de design acaba sendo um símbolo da paixão contínua por carros clássicos e um testemunho do poder da criatividade. Este ícone revivido continua a inspirar uma nova geração de entusiastas, provando que, mesmo na era digital, a beleza e o impacto dos carros clássicos ainda ecoam através do tempo.

2 COMENTÁRIOS

  1. Muito legal a ideia da matéria. Mas acho que o design não foi 100% ideia do Robert. Está idêntico, exceto pela cor, do @tempra34 que está sendo VERDADEIRAMENTE montado há quase 6 anos devido a complexidade do projeto e das peças.
    Que o Tempra é icônico, não temos dúvidas. Mas devemos dar o crédito a quem realmente idealizou isso desde o início, pois a história vai além.
    Uma homenagem também a avó do criador. Pois foi o último carro que ela dirigiu. Tem uma bela história por trás que vale uma materia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui