Escort XR3 Fórmula 1991 0km: Uma Relíquia Nostálgica

3
45634

Apresentado em 1991 como um novo conceito tecnológico do já consagrado XR3, o Escort XR3 Fórmula era um carro com muitos atributos. Ele trazia um conceito em que a eletrônica permitia recalibrar a suspensão do carro com o simples toque de um botão no painel. A suspensão poderia ficar mais firme para desempenho mais preciso em altas velocidades ou simplesmente confortável para uso cotidiano.

Escort XR3 Fórmula 1991 / Foto: Reginaldo de Campinas
Escort XR3 Fórmula 1991 / Foto: Reginaldo de Campinas

Agora você já imaginou encontrar um tesouro automotivo desse porte ainda 0km nos dias atuais, praticamente 33 anos depois? Um raro e magnífico exemplar do XR3 Fórmula 1991, com o tradicional motor 1.8 AP, na cor vermelha, com câmbio mecânico e movido a etanol, foi apresentado há pouco tempo por Reginaldo de Campinas, principal caçador de raridades automotivas do Brasil.

Escort XR3 Fórmula 1991 / Foto: Reginaldo de Campinas
Escort XR3 Fórmula 1991 / Foto: Reginaldo de Campinas

Um Conceito Inovador

O XR3 tinha uma proposta interessante e inusitada para a época. Nada, até então, havia sido tão arrojado em conceito de suspensão, com exceção de carros de altíssimo gabarito e preço que começaram a chegar com a reabertura das importações um ano antes.

Escort XR3 Fórmula 1991 / Foto: Reginaldo de Campinas
Escort XR3 Fórmula 1991 / Foto: Reginaldo de Campinas

Entretanto, a fabricante do oval azul estava tentando popularizar um sistema de suspensão que poderia ser regulado a bordo, algo realmente inovador para o início dos anos 90.

Foto: Reginaldo de Campinas
Foto: Reginaldo de Campinas

Desempenho e Conforto

O Escort XR3 Fórmula, como batizaram o modelo, mostrava uma boa dinâmica, unindo de maneira competente o conforto do dia a dia com a segurança nas altas velocidades. A pista de testes demonstrava exatamente isso, proporcionando uma experiência de direção que misturava performance e comodidade de forma única.

Foto: Reginaldo de Campinas
Foto: Reginaldo de Campinas

Uma Cápsula do Tempo

Esse exemplar descoberto por Reginaldo é uma verdadeira cápsula do tempo que ainda preserva todos os acessórios e a originalidade de fábrica. Dessa forma, encontrar um carro dessa magnitude, especialmente em estado de novo, é uma verdadeira raridade que encanta colecionadores e entusiastas do mundo automotivo.

Foto: Reginaldo de Campinas
Foto: Reginaldo de Campinas

Especificações

O Escort XR3 Fórmula 1991 é um ícone entre os carros esportivos brasileiros dos anos 90. Equipado com um motor 1.8 de 4 cilindros em linha e injeção eletrônica multiponto, ele entrega uma potência de 99 cavalos a 5750 rotações por minuto e um torque de 14,5 kgfm a 3750 rpm. Assim, esses números permitem que o XR3 Fórmula atinja uma velocidade máxima de 174 km/h e acelere de 0 a 100 km/h em 11,6 segundos, demonstrando sua capacidade de desempenho.

Foto: Reginaldo de Campinas
Foto: Reginaldo de Campinas

A transmissão é manual de 5 marchas, com tração dianteira, proporcionando uma condução ágil e precisa. Os freios são eficientes, com discos ventilados na dianteira e tambor na traseira. Medindo 4114 mm de comprimento, 1640 mm de largura, 1358 mm de altura e com um entre-eixos de 2451 mm, ele pesa 1045 kg. Porém, os pneus 185/60 R14 complementam o conjunto, assegurando boa aderência e dirigibilidade.

Foto: Reginaldo de Campinas
Foto: Reginaldo de Campinas

A capacidade do tanque de combustível é de 55 litros, com consumo médio de 8 km/l na cidade e 12 km/l na estrada. Ademais, o porta-malas oferece 314 litros de espaço, suficiente para as necessidades do dia a dia.

Foto: Reginaldo de Campinas
Foto: Reginaldo de Campinas

Entre os equipamentos de série, destacam-se o ar-condicionado, vidros e travas elétricas. Ele também tem direção hidráulica, banco do motorista com ajuste de altura, rodas de liga leve e faróis de neblina. Esses itens não apenas aumentam o conforto e a praticidade, mas também contribuem para a segurança e o prazer ao dirigir.

Conclusão

O Escort XR3 Fórmula 1991 é mais do que um simples carro; é uma relíquia nostálgica que nos transporta para uma era de inovações e ousadia no setor automotivo. Este exemplar, apresentado por Reginaldo de Campinas, não é apenas um veículo, mas um pedaço de história que continua a fascinar e inspirar gerações. Além disso, a preservação de sua originalidade e seu estado impecável fazem deste XR3 uma verdadeira joia rara, um testemunho do que o mundo automotivo já foi e do que pode continuar a ser para os apaixonados por carros clássicos.

3 COMENTÁRIOS

  1. Existe equívoco na matéria, o xr3 formula não possuía injeção eletrônica e sim carburador e o tanque combustível é 65 litros e não 55

  2. Tem dois equívocos na matéria, uma, o motor é 1.8 a álcool e carburado, também a direção é mecânica e não hidráulica. 1991 sairam 750 unidades sendo 375 vermelho munique e 375 azul denver. Em 1992 saíu o XR3 com opcionais, você escolhe a suspenção eletrônica, carburado a gasolina, bancos Recaro e direção hidráulia que só saiu em 1992 por isso é difícil encontrar original. Tive um Fórmula em 1991 que foi vendido em 1993. Hoje tenho outro Fórmula 1991 com 74 mil KM.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui