28 anos depois, Parati GLSi 2000 ainda preserva originalidade

1
13938

Há momentos em que nos deparamos com verdadeiras relíquias que nos fazem viajar no tempo. Imagine encontrar uma Parati GLSi 2000, ano 1996, com apenas 25 mil quilômetros rodados, em pleno 2024? Parece incrível, mas essa raridade não só existe como também foi recentemente revelada por Reginaldo de Campinas, um renomado caçador de preciosidades automobilísticas.

Foto: Reginaldo de Campinas
Foto: Reginaldo de Campinas

A Beleza da Originalidade

Com sua deslumbrante pintura original de fábrica na cor vinho, câmbio manual e todos os seus acessórios ainda intactos, essa Parati GLSi nos transporta de volta aos anos 90, preservando toda a sua autenticidade até os dias de hoje. Além disso, seu estado impecável é testemunho do cuidado meticuloso de seus proprietários ao longo dos anos, tornando-a uma verdadeira relíquia automobilística.

VW Parati GLSi 1996 / Foto: Reginaldo de Campinas
VW Parati GLSi 1996 / Foto: Reginaldo de Campinas

Sob o Capô: Potência e Eficiência

Dotada de injeção multiponto, comando de válvulas único no cabeçote e um robusto motor AP 2.0, esta joia automobilística era capaz de entregar 109 cavalos a 5250 rpm, proporcionando uma experiência de condução emocionante e dinâmica.

VW Parati GLSi 1996 / Foto: Reginaldo de Campinas
VW Parati GLSi 1996 / Foto: Reginaldo de Campinas

Assim, sua suspensão ajustada garantia estabilidade nas curvas e conforto em viagens longas, elevando ainda mais o prazer ao dirigir.

VW Parati GLSi 1996 / Foto: Reginaldo de Campinas
VW Parati GLSi 1996 / Foto: Reginaldo de Campinas

Dimensões

Com um peso de 1050 quilos, a Parati GLSi de 1996 apresentava proporções elegantes, com 5082 mm de comprimento, 1631 mm de largura, 1417 mm de altura e um entre eixos de 2468 mm. Seu amplo porta-malas, com capacidade para 437 litros, garantia praticidade e versatilidade para o dia a dia. Além disso, sua dirigibilidade ágil e confortável proporcionava uma experiência de condução excepcional.

Foto: Reginaldo de Campinas
Foto: Reginaldo de Campinas

Eficiência que Marca Época

Além de sua imponente presença e desempenho notável, a Parati GLSi 2000 destacava-se também por sua eficiência energética. Com um consumo de 9,1 km/l no perímetro urbano e impressionantes 14,2 km/l na rodovia, ela conquistava os corações dos apaixonados por carros e os pragmáticos preocupados com a economia de combustível. Ademais, seu design inovador e suas características técnicas a colocavam em um patamar único no mercado automobilístico da época.

Foto: Reginaldo de Campinas
Foto: Reginaldo de Campinas

A Parati

Produzida entre 1982 e 2012, a Volkswagen Parati teve várias gerações ao longo de suas três décadas no mercado. Na virada da década de 80, a Volkswagen do Brasil inaugurou sua nova fábrica em Taubaté (SP), marcando o ponto de partida para a icônica Família BX. Essa linha de veículos deu origem aos lendários VW Gol, Voyage, Parati e Saveiro. Entre eles, a VW Parati se destacou como a elegante Station-Wagon da família BX. Além disso, sua versatilidade e confiabilidade conquistaram uma base fiel de consumidores ao longo dos anos.

Foto: Reginaldo de Campinas
Foto: Reginaldo de Campinas

Em 1996, a segunda geração da Parati passou por uma reestilização semelhante à do Gol, adotando um design mais arredondado. A cor de lançamento foi o vermelho, enquanto a Volkswagen procurou conferir à Parati um maior apelo esportivo entre os consumidores jovens, embora continuasse a ser oferecida apenas na versão de duas portas (três, se contarmos a traseira).

Foto: Reginaldo de Campinas
Foto: Reginaldo de Campinas

A Parati representou um marco na história automobilística, com sua evolução constante e atenção às necessidades do mercado. Além disso, sua versão GLSi se destacava pelo motor 2000 e pela injeção eletrônica FIC. No mesmo ano, a Parati também foi equipada com direção assistida hidráulica, uma demanda antiga de seus clientes, tornando-a verdadeiramente um carro à frente de seu tempo.

Foto: Reginaldo de Campinas
Foto: Reginaldo de Campinas

Conclusão

Passados 28 anos desde seu lançamento, este exemplar da Parati GLSi 2000 de 1996 continua a surpreender e encantar. Isso demonstra que a verdadeira qualidade e engenharia atemporal são capazes de resistir ao teste do tempo. A preservação imaculada deste veículo é um testemunho da dedicação dos entusiastas automobilísticos em manter viva a história e a nostalgia de uma era dourada dos automóveis. Que essa joia sobre rodas continue a inspirar gerações futuras e a espalhar a paixão pelo mundo dos clássicos automotivos. O Caçador de raridades Reginaldo de Campinas, mais uma vez encantou a todos com mais uma preciosidade, reforçando assim o seu lugar como um dos maiores colecionadores de carros clássicos do país.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui