Chevrolet C14 1970: Um Clássico que Encanta até Hoje

0
1837

A Chevrolet C14 1970 é uma verdadeira lenda nacional, reverenciada como uma das picapes mais respeitadas do país. Desde o seu lançamento, em 1964, a C14 conquistou o coração de muitos entusiastas de veículos clássicos, destacando-se por sua robustez, design icônico e versatilidade. Neste artigo, exploraremos a história e as características que fazem da Chevrolet C14 um clássico atemporal.

Foto: Julio Raridades
Foto: Julio Raridades

A História da Chevrolet C14

A Chevrolet C14 foi a segunda picape GM nacional, introduzida em 1964 para substituir a Chevrolet 3100, também conhecida como Chevrolet Brasil. Este lançamento marcou um novo capítulo para a General Motors do Brasil, apresentando uma linha de veículos que combinava durabilidade e estilo.

Foto: Julio Raridades
Foto: Julio Raridades

Outrossim, além da C14, a linha incluía a C15, com um chassi mais longo, a C-1414, uma versão de cabine dupla, e a C-1416, conhecida como Veraneio, que era um veículo misto, capaz de transportar passageiros e carga no mesmo espaço. Contudo, a Veraneio tornou-se particularmente famosa por seu uso como viatura policial durante muitos anos.

Foto: Julio Raridades
Foto: Julio Raridades

O Motor Potente

O coração da Chevrolet C14, assim como de suas variantes C15 e C-1416, era o motor Chevrolet Brasil de seis cilindros em linha, com 4,3 litros e 151 cavalos de potência. Entretanto, este motor já era utilizado nas picapes e caminhões Chevrolet Brasil desde 1958, garantindo confiabilidade e desempenho. Este motor robusto permitia à C14 enfrentar os desafios das estradas brasileiras com facilidade, sendo um verdadeiro cavalo de batalha para seus proprietários.

Foto: Julio Raridades
Foto: Julio Raridades

Evolução Estética

Ao longo dos anos, a Chevrolet C14 passou por diversas mudanças estéticas. Em 1966, a grade dianteira foi redesenhada, adotando um visual mais prateado e limpo. Em 1968, os faróis ficaram um pouco maiores, com apenas um farol de cada lado, e atualizaram o painel de instrumentos. Ademais, o velocímetro, que antes tinha a forma de um transferidor de 180º, passou a ser circular, uma mudança que, curiosamente, fez o painel anterior parecer mais moderno que o posterior. Por conseguinte, a Veraneio só incorporou essas alterações em 1970, mantendo seu design clássico por mais tempo.

Foto: Julio Raridades
Foto: Julio Raridades

O Legado da C14

A produção da linha C14 e C15 durou até 1973, quando foram substituídas pela C10. A principal diferença entre a C10 e suas predecessoras era a ausência de distinções no chassi. Além disso, a transição para a C10 não diminuiu o amor dos entusiastas pela C14, que continuou a ser apreciada por sua contribuição significativa à história automotiva brasileira. O exemplar exibido nesse artigo é um ano 1970, ele foi recentemente descoberto pelo caçador de relíquias Julio Raridades.

Chevrolet C14 1970 / Foto: Julio Raridades
Chevrolet C14 1970 / Foto: Julio Raridades

Motor e Performance

O Chevrolet C14 1970 é equipado com um robusto motor Chevrolet Brasil de seis cilindros em linha, com 4,3 litros e 151 cv. Entretanto, esse motor, originalmente utilizado nas picapes e caminhões Chevrolet Brasil desde 1958, proporciona uma aceleração de 0 a 100 km/h em 25 segundos e uma velocidade máxima de 130 km/h.

Chevrolet C14 1970 / Foto: Julio Raridades
Chevrolet C14 1970 / Foto: Julio Raridades

Detalhes do Motor

  • Tipo: Seis cilindros em linha
  • Cilindrada: 4278 cm³
  • Potência Máxima: 151 cv a 3800 rpm
  • Torque Máximo: 32,1 kgfm a 2400 rpm
  • Aspiração: Natural com carburador
  • Relação de Compressão: 7,8:1
  • Câmbio: Manual de 3 marchas com tração traseira
Foto: Julio Raridades
Foto: Julio Raridades

Dimensões e Capacidade

A C14 mede 4828 mm de comprimento, 1980 mm de largura e 1745 mm de altura, com uma distância entre-eixos de 2920 mm. Além disso, sua capacidade de carga é de 750 kg, e o tanque de combustível tem capacidade para 88 litros, oferecendo uma boa autonomia para viagens longas.

Chevrolet C14 1970 / Foto: Julio Raridades
Chevrolet C14 1970 / Foto: Julio Raridades

Conclusão

A Chevrolet C14 1970 permanece um símbolo de inovação e durabilidade no mundo das picapes. Sua história rica e suas características distintas continuam a encantar colecionadores e fãs de veículos clássicos até os dias de hoje. Assim, seja pela sua potência, seu design icônico ou seu legado duradouro, a C14 é um testemunho de uma era dourada da indústria automotiva brasileira. No entanto, possuir uma C14 é possuir um pedaço da história, uma máquina que ainda hoje desperta admiração e respeito nas estradas e nos encontros de carros antigos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui